Menu

Notas danificadas

Para que as pessoas tenham confiança nas notas de euro, é necessário assegurar que são genuínas e de qualidade. Os bancos centrais nacionais (BCN) verificam todas as notas para garantir que são verdadeiras e não estão demasiado danificadas ou sujas, antes de as colocarem novamente em circulação.

Os BCN dispõem de máquinas de processamento de notas totalmente automáticas para verificar e triar as notas que recebem e, assim, manter em circulação apenas notas de euro de qualidade elevada. Em 2019, identificaram e substituíram cerca de 5,1 mil milhões de notas avaliadas como impróprias para circulação. As notas sujas ou danificadas são destruídas.

As notas de euro danificadas ou mutiladas (por exemplo, parcialmente queimadas, cortadas ou deterioradas) que preenchem determinados critérios são substituídas pelos BCN da área do euro. Por exemplo, um BCN substituirá uma nota danificada nos casos em que é apresentada mais de metade da nota ou é provado que a parte (maior) em falta foi destruída. Notas intencionalmente mutiladas ou danificadas não são substituídas.

Em princípio, a substituição é gratuita. É cobrada uma taxa no caso de notas de euro acidentalmente danificadas por dispositivos antirroubo.

Para mais pormenores, consultar:

  1. Decisão do BCE, de 19 de abril de 2013, relativa às denominações, especificações, reprodução, troca e retirada de circulação de notas de euro (BCE/2013/10), JO L 118 de 30.4.2013, p. 37
  2. Decisão (UE) 2019/669 do BCE, de 4 de abril de 2019, que altera a Decisão BCE/2013/10 relativa às denominações, especificações, reprodução, troca e retirada de circulação de notas de euro (BCE/2019/9), JO L 113 de 29.4.2019, p. 6
    1. Decisão BCE/2013/10 (texto consolidado não oficial produzido pelo Serviço das Publicações da União Europeia, 19/05/2019)
  3. Orientação do BCE, de 19 de abril de 2013, que altera a Orientação BCE/2003/5 relativa à execução de medidas contra a reprodução irregular de notas de euro e à troca e retirada de circulação de notas de euro (BCE/2013/11), JO L 118 de 30.4.2013, p. 43

Para obter o endereço postal do seu BCN, consulte o sítio Web do mesmo.