Opções de pesquisa
Página inicial Sala de Imprensa Notas explicativas Estudos e publicações Estatísticas Política monetária O euro Pagamentos e mercados Carreiras
Sugestões
Ordenar por

Utilização ilícita do nome e do logótipo do BCE

O BCE tem conhecimento de esquemas fraudulentos?

Sim. Com frequência, cidadãos comunicam-nos esquemas de fraude, em que o nome e/ou o logótipo do BCE são utilizados ilicitamente, bem como esquemas em que indivíduos se fazem passar por membros do pessoal do BCE.

Se receber uma mensagem de correio eletrónico suspeita, não clique nas ligações nela contidas, não abra eventuais anexos e não responda a qualquer convite ou campanha.

Se alguém o contactou a informar que tem dinheiro que lhe pertence e que trabalha para o BCE, trata-se de burla. Não somos um banco comercial e, portanto, não temos contas bancárias de particulares.

Atenção! O BCE nunca solicita dados pessoais por correio eletrónico, telefone, mensagem de texto ou mensagem instantânea. Os membros da Comissão Executiva do BCE nunca contactam particulares para fazer perguntas sobre riqueza pessoal ou assuntos financeiros.

Quais são os casos típicos de fraude?

  • Foi-lhe dito que o BCE está a cobrar uma comissão para transferências bancárias internacionais?
  • Foi-lhe dito que o BCE é um banco comercial que presta serviços bancários online?
  • Foi-lhe solicitado que efetue um pagamento através de um sítio Web falso de serviços bancários do BCE ou de um departamento falso de apoio ao cliente do BCE?
  • Foi-lhe solicitado que efetue um pagamento, porque o BCE está a bloquear transferências bancárias?
  • Foi-lhe solicitado que efetue um pagamento, porque o BCE está a aceitar depósitos ou pagamentos para compra/faturação de bitcoin ou de outras criptomoedas, ou porque está a recuperar fundos para vítimas de fraude?
  • Foi encorajado/da a contrair um empréstimo do BCE com condições muito atrativas?

Se alguma destas situações lhe é aplicável: foi alvo de um esquema fraudulento!

Como posso reconhecer um esquema fraudulento que envolva o BCE?

Os esquemas fraudulentos parecem muitas vezes provir do BCE, mas normalmente contêm erros. Eis algumas dicas que permitem reconhecer um esquema fraudulento.

  • Verifique o remetente da mensagem: uma mensagem de correio eletrónico enviada pelo BCE terá sempre um endereço que termina em @ecb.europa.eu ou @ecb.int. Nunca confie numa mensagem de correio eletrónico reencaminhada.
  • Verifique se o texto contém palavras incomuns ou gralhas.
  • Verifique as ligações: coloque o cursor sobre a ligação sem clicar. Desse modo, poderá ver o texto completo da ligação. Em alguns programas de correio eletrónico, o texto da ligação é exibido na parte inferior do ecrã. Se não indicar ecb.europa.eu, a mensagem de correio eletrónico é provavelmente fraudulenta.
  • Em geral, desconfie de mensagens de correio eletrónico inesperadas a solicitar ação imediata (por exemplo, uma transferência urgente de dinheiro) ou que pareçam boas demais para ser verdade.

O que pode fazer para se proteger?

Nunca transfira dinheiro, exceto se tiver a certeza de quem é o destinatário e nunca divulgue pormenores sobre a sua conta bancária, identificação ou qualquer outra informação pessoal.

O BCE não pode ser responsabilizado pela utilização ilícita do seu nome, logótipos ou endereço em esquemas destinados a defraudar o público. Recomendamos que comunique casos de fraude às autoridades locais responsáveis pela aplicação da lei ou solicite o parecer das autoridades nacionais competentes na matéria.

Gostaria de saber mais sobre exoneração de responsabilidade e direitos de autor?

Mais informação