COMUNICADO

Decisões de política monetária

14 de junho de 2018

Tradução atualizada

Na reunião de hoje, que teve lugar em Riga, o Conselho do BCE procedeu a uma análise aprofundada dos progressos no sentido de um ajustamento sustentado da trajetória de inflação, tendo também em conta as mais recentes projeções macroeconómicas elaboradas por especialistas do Eurosistema, medidas das pressões sobre os preços e os salários, bem como as incertezas em torno das perspetivas para a inflação.

Com base nessa análise, o Conselho do BCE tomou as seguintes decisões:

Primeiro, no que respeita às medidas de política monetária não convencionais, o Conselho do BCE continuará a efetuar aquisições líquidas ao abrigo do programa de compra de ativos (asset purchase programme – APP) ao atual ritmo mensal de €30 mil milhões até ao final de setembro de 2018. O Conselho do BCE prevê que, após setembro de 2018, sob reserva de os dados entretanto disponibilizados confirmarem as perspetivas do Conselho do BCE relativamente à inflação no médio prazo, o ritmo mensal das aquisições líquidas de ativos seja reduzido para €15 mil milhões até ao final de dezembro de 2018 e que as aquisições líquidas cessem nesta data.

Segundo, o Conselho do BCE pretende manter a sua política de reinvestimento dos pagamentos de capital dos títulos vincendos adquiridos no âmbito do APP durante um período prolongado após o termo das aquisições líquidas de ativos e, em qualquer caso, enquanto for necessário para manter condições de liquidez favoráveis e um nível amplo de acomodação monetária.

Terceiro, o Conselho do BCE decidiu que a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 0.00%, 0.25% e -0.40%, respetivamente. O Conselho do BCE espera que as taxas de juro diretoras do BCE se mantenham nos níveis atuais, pelo menos, até ao final do durante o verão de 2019 e, em qualquer caso, enquanto for necessário para assegurar que a evolução da inflação permanece alinhada com as atuais expectativas de uma trajetória de ajustamento sustentada.

As decisões de política monetária de hoje mantêm o atual nível amplo de acomodação monetária, que assegurará a continuação da convergência sustentada da inflação no sentido de níveis abaixo, mas próximo, de 2% no médio prazo.

O Presidente do BCE exporá as razões que determinaram estas decisões numa conferência de imprensa a realizar hoje às 14h30 (hora da Europa Central).

Contactos de imprensa