COMUNICADO

Cedência de liquidez de emergência aos bancos gregos mantida no nível atual

28 de junho de 2015
  • BCE toma nota da decisão sobre um referendo na Grécia e do não prolongamento do programa de ajustamento da UE
  • BCE cooperará estreitamente com o banco central grego para manter a estabilidade financeira
  • Cedência de liquidez de emergência mantida no nível de sexta-feira, 26 de junho de 2015
  • Conselho do BCE permanece pronto a reexaminar a decisão
  • Conselho do BCE está a acompanhar de perto a situação e as potenciais implicações para a orientação da política monetária

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) acolheu hoje com agrado o compromisso dos ministros dos países da área do euro de tomarem todas as medidas necessárias para aumentar a capacidade de resistência das economias da área do euro e de estarem prontos a adotar medidas decisivas para reforçar a União Económica e Monetária.

Na sequência da decisão das autoridades gregas de realizarem um referendo e do não prolongamento do programa de ajustamento estabelecido pela União Europeia (UE) para a Grécia, o Conselho do BCE declarou que cooperará estreitamente com o banco central grego (Bank of Greece) no sentido de manter a estabilidade financeira.

Atendendo às circunstâncias atuais, o Conselho do BCE decidiu manter o limite da cedência de liquidez em situação de emergência ( emergency liquidity assistance – ELA) aos bancos gregos no nível determinado na sexta-feira, 26 de junho de 2015.

O Conselho do BCE permanece pronto a reexaminar a sua decisão.

Mario Draghi, Presidente do BCE, afirmou: “Continuamos a cooperar estreitamente com o Bank of Greece e apoiamos fortemente o compromisso assumido pelos Estados-Membros de agirem para dar resposta às fragilidades das economias da área do euro.”

Yannis Stournaras, Governador do Bank of Greece, declarou: “Como membro do Eurosistema, o banco central grego tomará todas as medidas necessárias para assegurar a estabilidade financeira aos cidadãos gregos nestas circunstâncias difíceis.”

O Conselho do BCE está a acompanhar de perto a situação nos mercados financeiros e as potenciais implicações em termos da orientação da política monetária e do equilíbrio dos riscos para a estabilidade de preços na área do euro, estando empenhado em recorrer a todos os instrumentos de que dispõe no âmbito do seu mandato.

Para resposta a eventuais perguntas dos meios de comunicação social, contactar William Lelieveldt (tel.: +49 69 1344 7316).

Contactos de imprensa