Opções de pesquisa
Página inicial Sala de Imprensa Notas explicativas Estudos e publicações Estatísticas Política monetária O euro Pagamentos e mercados Carreiras
Sugestões
Ordenar por

Membro da Comissão Executiva do BCE

Isabel Schnabel

Data de nascimento

9 de agosto de 1971

Formação académica
2003

Doutoramento em Economia, Universidade de Mannheim

1998

Licenciatura em Economia, Universidade de Mannheim

1992 – 1998

Estudos de Economia na Universidade de Mannheim, Universidade de Paris I (Sorbonne) e Universidade da Califórnia em Berkeley

1990 – 1992

Estágio profissional, Deutsche Bank, Dortmund

Percurso profissional
Desde 2020

Membro da Comissão Executiva do BCE

Desde 2015

Professora catedrática de Economia Financeira, Universidade de Bona (atualmente de licença)

2014 – 2019

Membro do conselho alemão de peritos económicos (Sachverständigenrat zur Begutachtung der gesamtwirtschaftlichen Entwicklung)

2007 – 2015

Professora de Economia Financeira, Universidade de Mainz

2004 – 2007

Investigadora principal, Max-Planck-Institut zur Erforschung von Gemeinschaftsgütern, Bona

2004 – 2005

Investigadora visitante pós-doutoramento, Universidade de Harvard

2003 – 2004

Professora assistente de Economia, Universidade de Mannheim

Principais atividades profissionais

Membro do conselho da European Economic Association, desde 2020

Professora e investigadora, Polo de Excelência “ECONtribute – Markets & Public Policy”, desde 2020

Investigadora associada (desde 2006) e investigadora principal (desde 2015) do Centre for Economic Policy Research (CEPR)

Porta-voz do polo de excelência “ECONtribute – Markets & Public Policy”, 2019

Copresidente do conselho de peritos económicos franco-alemão (Deutsch-Französischen Rat der Wirtschaftsexperten), 2019

Membro do conselho diretivo do Reinhard Selten Institute (instituto de investigação conjunta das universidades de Bona e Colónia), 2017 – 2019

Membro do conselho consultivo científico do centro de dados e serviços de investigação do Deutsche Bundesbank (vice-presidente a partir de junho de 2017), 2016 – 2019

Membro do Comité Científico Consultivo do Comité Europeu do Risco Sistémico (vice-presidente em 2019), 2015 – 2019

Membro do conselho de administração da Bundesanstalt für Finanzdienstleistungsaufsicht (BaFin), 2013 – 2019

Membro do conselho consultivo da BaFin (presidente a partir de 2016), 2008 – 2019

Áreas de investigação

Banca (estabilidade e regulamentação bancária, instituições demasiado grandes para falir, risco sistémico)

Financiamento internacional (crises financeiras, integração financeira, fluxos de capital)

História económica (crises e instituições financeiras)

Direito financeiro e economia

Prémios e distinções (seleção)

Membro da Academia de Ciências, Humanidades e Artes da Renânia do Norte-Vestefália (atualmente inativa), desde 2019

Membro da Academia das Ciências e Humanidades de Berlim-Brandemburgo (atualmente inativa), desde 2018

Prémio Stolper da Verein für Socialpolitik (associação de economistas de língua alemã), 2018

Prémio do grupo de discussão “Monetäre Workshop”, 2017

Prémio de excelência no ensino da Universidade de Frankfurt, 2010

Prémio de excelência no ensino da Universidade de Mannheim, 2000

Bolsa da Studienstiftung des Deutschen Volkes (fundação académica nacional alemã), 1993 – 1998

Publicações em revistas científicas (seleção)

“Asset Price Bubbles and Systemic Risk”, com Markus K. Brunnermeier e Simon Rother, Review of Financial Studies, a publicar

“Financial Sector Reform After the Crisis: Has Anything Happened?”, com Alexander Schäfer e Beatrice Weder di Mauro, Review of Finance, 2016, 20(1), pp. 77-125

“Financial Integration and Growth – Why Is Emerging Europe Different?”, com Christian Friedrich e Jeromin Zettelmeyer, Journal of International Economics, 2013, 89, pp. 522-538

“Competition, Risk-Shifting, and Public Bail-out Policies”, com Reint Gropp e Hendrik Hakenes, Review of Financial Studies, 2011, 24(6), pp. 2084-2120

“Liquidity and Contagion: The Crisis of 1763”, com Hyun Song Shin, Journal of the European Economic Association, 2(6), dezembro de 2004, pp. 929-968

“The German Twin Crisis of 1931”, Journal of Economic History, 64(3), setembro de 2004, pp. 822-871

Publicações em matéria de políticas (seleção)

“Target-Salden, Leistungsbilanzsalden, Geldschöpfung, Banken und Kapitalmärkte”, com Martin Hellwig, Wirtschaftsdienst, 99(9), 2019, pp. 632-640

“Verursachen Target-Salden Risiken für die Steuerzahler?”, com Martin Hellwig, Wirtschaftsdienst, 99(8), 2019, pp. 553-561

“Completing Europe’s Banking Union means breaking the bank-sovereign vicious circle”, com Nicolas Véron, VoxEU column, 16 de maio de 2018 (publicação disponível em www.voxeu.org e também disponibilizada pelo Peterson Institute for International Economics e pelo grupo de reflexão Bruegel)

“Breaking the stalemate on European deposit insurance”, com Nicolas Véron, VoxEU column, 6 de abril de 2018 (publicação disponível em www.voxeu.org e também disponibilizada pelo Peterson Institute for International Economics e pelo grupo de reflexão Bruegel)

“Reconciling risk sharing with market discipline: A constructive approach to euro area reform”, com Agnès Bénassy-Quéré, Markus K Brunnermeier, Henrik Enderlein, Emmanuel Farhi, Marcel Fratzscher, Clemens Fuest, Pierre-Olivier Gourinchas, Philippe Martin, Jean Pisani-Ferry, Hélène Rey, Nicolas Véron, Beatrice Weder di Mauro e Jeromin Zettelmeyer, CEPR Policy Insight No. 91 (publicação também disponibilizada pelo Peterson Institute for International Economics e pelo grupo de reflexão Bruegel)