A área do euro em termos comparativos

25 de agosto de 2017 (atualizado em 16 de janeiro de 2019)

O euro tem benefícios concretos para a vida dos cidadãos europeus. Na qualidade de banco central da área do euro, o BCE é responsável por uma moeda que une mais de 340 milhões de pessoas, com mais de 24 línguas diferentes.

Enquanto união monetária de 19 países, a área do euro é única. Mas, como estabelecer uma comparação entre a área do euro e o resto do mundo? Qual é o seu desempenho económico? O que significa isso para os cidadãos europeus?

Quantas pessoas residem na área do euro?

Com mais de 340 milhões de habitantes, a área do euro acolhe cerca de 5% da população mundial, valor que é superior ao número de residentes nos Estados Unidos.

População da área do euro

População da área do euro População da área do euro

Este facto significa também que a área do euro é uma das maiores economias do mundo. Sete novos países aderiram à área do euro desde que esta foi criada e mais se seguirão.

Qual é o desempenho económico da área do euro?

A população da área do euro é muito produtiva. Tal como em outras economias altamente desenvolvidas, o setor dos serviços representa a maior percentagem do produto total, seguido do setor industrial e de um setor agrícola relativamente reduzido.

Principais economias do mundo em termos de PIB per capita

Principais economias do mundo em termos de PIB per capita

Fontes: Eurostat, Banco Mundial e cálculos do BCE.
Nota: Os valores dizem respeito a 2016, tendo os dados para os Estados Unidos e a China sido convertidos em paridades do poder de compra (PPC), tal como calculadas pela Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económicos (OCDE).

Em virtude da sua forte produção económica, a área do euro é uma das maiores economias do mundo. Em termos de produto interno bruto (PIB) per capita, ocupa a segunda posição entre as principais economias mundiais, o que reflete o elevado nível de vida dos seus cidadãos.

E no que toca ao comércio internacional?

Enquanto economia fortemente industrializada, a área do euro exporta para os mercados mundiais uma parte significativa dos bens e serviços que produz. Muitos dos bens transformados da área do euro, tais como maquinaria, produtos farmacêuticos, automóveis e aviões, são internacionalmente reconhecidos.

Exportações de bens e serviços em percentagem do PIB

Exportações de bens e serviços em percentagem do PIB

Fontes: Dados do BCE, OCDE e Fundo Monetário Internacional (FMI).
Nota: Os valores para a área do euro baseiam-se em transações extra-área do euro.

Desde a sua criação em 1999, a área do euro tem mantido e melhorado a sua posição de liderança no comércio internacional. Os seus principais parceiros económicos são os Estados Unidos, o Reino Unido e a China, sendo que o comércio com as economias emergentes continua a aumentar.

A área do euro é uma economia aberta em comparação com outras economias importantes. A sua abertura comercial aumentou notoriamente desde 2004, sobretudo devido ao aumento do comércio com os novos Estados-Membros da União Europeia e a China. A área do euro está no cerne de muitas cadeias de produção internacionais.

Um nível elevado de exportações tem um efeito positivo no emprego, no crescimento económico e no investimento na área do euro, o que, por seu lado, contribui para a prosperidade geral dos seus cidadãos.

Como é visto o euro?

O euro goza de uma confiança elevada, tanto a nível interno como externo. O apoio público ao euro situou-se em 75% na área do euro no outono de 2018, de acordo com o inquérito Eurobarómetro, uma sondagem de opinião realizada duas vezes por ano pela Comissão Europeia.

Internacionalmente, o euro ocupa a segunda posição entre as moedas mais transacionadas, assim como entre as moedas de reserva mais importantes. Tal reflete o elevado grau de confiança que investidores de todo o mundo têm na estabilidade e na solidez da economia da área do euro.

A área do euro continua a ser uma força motriz da economia mundial. Este aspeto beneficia os seus cidadãos e confere à área do euro uma voz mais ativa na economia mundial.

Além disso, os cidadãos da área do euro podem viajar pelos vários países pertencentes à união monetária sem terem de trocar moeda. Podem também comparar preços em toda a área do euro e identificar os bens mais baratos.

Atualização: o presente texto explicativo foi atualizado em 16 de janeiro de 2019, a fim de refletir os resultados do inquérito Eurobarómetro do outono de 2018.