COMUNICADO

Adesão da Estónia à área do euro

1 de Janeiro de 2011

O euro foi hoje introduzido com êxito na Estónia, aumentando, assim, para 17 o número de Estados‑Membros da União Europeia (UE) que utilizam a moeda única e para cerca de 331 milhões os cidadãos europeus que partilham a mesma moeda. O Banco Central Europeu (BCE) acolhe com agrado este novo alargamento da área do euro.

Em resultado da adopção do euro pela Estónia, o Eesti Pank (o banco central nacional estónio) é agora membro do Eurosistema, o sistema de bancos centrais da área do euro, que compreende o BCE e, a partir de hoje, os 17 bancos centrais nacionais dos Estados-Membros da UE que adoptaram o euro. Em conformidade com os Estatutos do Sistema Europeu de Bancos Centrais e do BCE, o Eesti Pank efectuou o pagamento do remanescente da sua subscrição do capital do BCE e procedeu à transferência da respectiva contribuição para os activos de reserva do BCE.

A integração das instituições financeiras monetárias (IFM) estónias no sistema bancário da área do euro em 1 de Janeiro de 2011 já foi tomada em consideração na determinação das necessidades de liquidez da área do euro e na colocação de referência divulgadas em 28 de Dezembro de 2010. As contrapartes estónias do Eurosistema poderão participar nas operações de mercado aberto do BCE anunciadas após 1 de Janeiro de 2011.

A lista de IFM localizadas na Estónia sujeitas a reservas mínimas é disponibilizada no sítio do BCE, tal como as listas de IFM localizadas em outros Estados-Membros da UE que adoptaram o euro. Foi igualmente estabelecido um período de manutenção transitório, de 1 a 18 de Janeiro de 2011, para a imposição de reservas mínimas às IFM estónias. Os activos localizados na Estónia elegíveis como garantia para as operações de crédito do Eurosistema foram também adicionados à lista de activos transaccionáveis elegíveis da área do euro, a qual se encontra disponível no sítio do BCE.

Changeover Estonia

  • The euro - our money

Contactos de imprensa